Master Group | Transplante Capilar FUE

www.transplantecapilar.pt | +351 937 553 261 | +351 210 168 281 | Equipa médica altamente especializada em transplante capilar pela técnica FUE

Os produtos capilares e as alergias

Todos os dias seja por questões meramente estéticas, profissionais ou de outra índole, as mulheres sujeitam os seus cabelos a procedimentos mais ou menos invasivos que podem ser causa de problemas graves que urge evitar. De facto, a submissão dos cabelos a procedimentos químicos, como sejam os tratamentos de alisamento ou mesmo as colorações, podem gerar alergias com gravidade variada, algumas delas que as próprias consumidoras desconheciam até esse momento.

As manifestações mais frequentes e que sugerem uma situação alérgica por aplicação de produtos capilares são o couro cabeludo vermelho e irritado, o enfraquecimento dos fios de cabelo que se tornam mais quebradiços e caem mais facilmente ou em alguns casos, se houver o uso de produtos como o formol que se encontra proibido desde 2009, podem mesmo surgir dificuldades de respiração, irritações nas mucosas e daí  outras consequências que são potencialmente graves.

Sendo assim, antes que se submeta a um destes procedimentos químicos  deve ler atentamente as informações presentes na embalagem do produto que tenciona aplicar no cabelo. Isto pode ser particularmente importante quando conhecemos à partida alguma alergia a um componente específico.

No caso de querermos descobrir alguma potencial componente alérgica a realização de um teste completo num médico alergologista pode configurar uma solução viável.

O cabeleireiro pode ainda ser uma importante ajuda neste processo de descoberta. Por meio da aplicação de um teste de mecha, em que o produto é aplicado apenas numa zona controlada e limitada do cabelo,  pode-se observar a reação ao produto antes de continuar com o procedimento.

Infelizmente existem situações  em que os sintomas da alergia começam a ser evidentes. Nesses casos, o melhor a fazer é proceder à remoção do produto com água em abundância e quando isso não for suficiente consultar de imediato um médico especialista.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: